Oscar 2016: O Quarto de Jack

/, Cinema, Dicas culturais/Oscar 2016: O Quarto de Jack
Joy (Brie Larson) e seu filho Jack (Jacob Tremblay) vivem isolados em um quarto. O único contato que ambos têm com o mundo exterior é a visita periódica do Velho Nick (Sean Bridgers), que os mantém em cativeiro. Joy faz o possível para tornar suportável a vida no local, mas não vê a hora de deixá-lo. Para tanto, elabora um plano em que, com a ajuda do filho, poderá enganar Nick e retornar à realidade. Essa é a história de O Quarto de Jack {Room}.
Talvez esse seja o filme que gere mais curiosidade nessa temporada. Perguntas como “A história é real?”; “Quem é essa atriz, que pelo papel no longa está ganhando a maioria dos prêmios?”; “De onde surgiu esse menino tão talentoso?”.
Deixe as questões do lado de fora da sala de cinema e permita-se envolver pelo filme dirigido por Lenny Abrahamson, com roteiro de Emma Donoghue {autora do livro que deu origem a trama}. Se acomode na poltrona. Prepare-se para sentimentos fortes.
Não, não é uma história real, mas poderia ser. Aliás, é difícil acreditar que não seja, já que ouvimos dezenas de casos parecidos. O roteiro é extremamente convincente, e isso só é possível graças à direção e aos dois atores principais.
Brie Larson vive uma mãe angustiada, raptada e estuprada, que deposita sua vida no filho fruto dessa relação: Jack. O menino, por sua vez, acredita que o mundo se resume aquele quarto. A mãe é a responsável por lhe permitir o máximo de normalidade dentro da situação caótica. É ela também quem conta ao filho que o mundo é maior do que aquelas paredes. Ele se recusa a acreditar.
A segunda parte do filme traz outra forma de emoção.
É esse o “quarteto fantástico” de O Quarto de Jack: a roteirista, o diretor, e os dois protagonistas. Graças a eles você vai sair da sala de projeção diferente do que entrou.
Antes de ser indicado ao Oscar, O Quarto de Jack não havia sequer quitado os próprios gastos. Virou fenômeno de bilheteria, concorrendo nas categorias: Melhor Filme; Melhor Diretor {Lenny Abrahamson}; Melhor Atriz {Brie Larson}; Melhor Roteiro Adaptado {Emma Donoghue}.
Um filme que toca as emoções. Uma história de amor.
O Oscar acontece dia 28 de fevereiro, e aqui na VISÃO.ARTE você conhece os principais indicados.
Até a próxima,
2016-02-18T10:00:00+00:00 0 Comentários

Sobre o Autor:

Lathife Porto
Meu nome é Lathife Porto, sou jornalista, assessora de imprensa, e apaixonada por arte e cultura. Moro no Rio de Janeiro, estou sempre em Paraty {RJ}, mas você pode me encontrar em qualquer lugar do mundo – principalmente no mundo virtual.

Deixar Um Comentário

A Visão Arte no Youtube