Após ser capturado por Immortan Joe, um guerreiro das estradas chamado Max (Tom Hardy) se vê no meio de uma guerra mortal, iniciada pela Imperatriz Furiosa (Charlize Theron) na tentativa se salvar um grupo de garotas. Também tentanto fugir, Max aceita ajudar Furiosa em sua luta contra Joe e se vê dividido entre mais uma vez seguir sozinho seu caminho ou ficar com o grupo. Essa é a história de Mad Max: Estrada da Fúria {Mad Max: Fury Road}.
Esse é o quarto filme da franquia Mad Max. Sai Mel Gibson, mantém-se o diretor e idealizador George Miller. Como protagonistas, Tom Hardy e Charlize Theron demonstram entrega total para tornar aceitáveis personagens de um mundo totalmente além:
a água é escassa e usada como chantagem pelos governantes {qualquer semelhança com o Nordeste brasileiro deve ser pura – e triste – coincidência}; os seres perdem quase toda a humanidade, secos como o cenário em que vivem.
Mad Max: Estrada da Fúria é um filme de ação pra quem gosta do gênero. Nem mesmo a mocinha é uma princesa, e sim uma guerreira capaz de tudo para dar mais dignidade ao seu povo. Aí destacamos o talento de Charlize Theron e sua capacidade de ser linda na vida real e transformar-se para a arte.
O filme mereceu 10 indicações ao Oscar 2016: Melhor Filme; Melhor Diretor {George Miller}; Melhor Fotografia; Melhor Figurino; Melhor Maquiagem e Cabelo; Melhor Mixagem de Som; Melhor Edição de Som; Melhores Efeitos Especiais; Melhor Design de Produção; Melhor Edição.
Vale a pena conferir!
O Oscar acontece dia 28 de fevereiro, e aqui na VISÃO.ARTE você conhece os principais indicados.
Até a próxima,
Lathife Porto

Escrito por

Lathife Porto

Meu nome é Lathife Porto, sou comunicadora e apaixonada por moda e beleza {acessórios são vício!}, arte e cultura, decoração, arquitetura, e entretenimento.

Moro no Rio de Janeiro, estou sempre em Paraty {RJ}, mas você pode me encontrar em qualquer lugar do mundo – principalmente no mundo virtual.