Oscar 2016: Filho de Saul

/, Cinema, Dicas culturais/Oscar 2016: Filho de Saul
Saul Ausländer (Géza Röhrig) é um membro húngaro do Sonderkommando, o grupo de prisioneiros judeus que foram isolados do acampamento e são forçados a ajudar os nazistas no maquinário de extermínio em grande escala. Enquanto trabalha em um dos crematórios, Saul descobre o corpo de um menino que ele identifica como sendo de seu filho. Como o Sonderkommando planeja uma rebelião, Saul decide realizar uma tarefa impossível: salvar o corpo da criança das chamas, encontrar um rabino para recitar o Kadish e oferecer ao menino um enterro apropriado. Essa é a história de Filho de Saul {Son of Saul}.
Um colega, crítico de cinema há bastante tempo, disse que se sentiu mal o dia todo quando assistiu esse filme. Tive a mesma sensação.
Tudo é forte: os horrores da Segunda Grande Guerra e os campos de extermínio criados pelos nazistas. A violência imposta aos judeus {e à humanidade}. O menino morto sendo carregado por seu possível pai, que tenta de todas as formas lhe dar um enterro digno.
Como pode haver dignidade em um Campo de Concentração?
As cenas, dirigidas por László Nemes, são fortes ao extremo, cortam a alma tamanha violência. O menino morto sendo mostrado é o retrato de uma realidade que o mundo ainda não superou.
Se a intenção era ser realista e duro, áspero, violento, o diretor Nemes conseguiu. O elenco também.
Vencedor no Festival de Cannes, é indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro pela Hungria.
O Oscar acontece dia 28 de fevereiro, e aqui na VISÃO.ARTE você conhece os principais indicados.
Até a próxima,
2016-02-19T10:36:00+00:00 0 Comentários

Sobre o Autor:

Lathife Porto
Meu nome é Lathife Porto, sou jornalista, assessora de imprensa, e apaixonada por arte e cultura. Moro no Rio de Janeiro, estou sempre em Paraty {RJ}, mas você pode me encontrar em qualquer lugar do mundo – principalmente no mundo virtual.

Deixar Um Comentário

A Visão Arte no Youtube