Um ano após ajudar Marlin a reencontrar seu filho Nemo, Dory  tem um insight e lembra de sua amada família. Com saudades, ela decide fazer de tudo para reencontrá-los e na desenfreada busca esbarra com amigos do passado e vai parar nas perigosas mãos de humanos. Essa é a história de Procurando Dory {Finding Dory}.
Pasmem! Já se passaram 13 anos desde que mergulhamos no fundo do oceano em busca de um peixinho laranja pintado. Na época todo aquele universo nos atraiu, com uma história extremamente bem elaborada, efeitos incríveis, e personagens adoráveis.
Os Estúdios Disney•Pixar retomam a história a partir de uma dessas criaturinhas: a divertida e esquecida Dory.
“Oi! Bom dia! Eu já te dei Bom Dia?”. Impossível esquecer Dory, sua capacidade de falar a línguas das baleias, e de ser amiga a prova da falta de memória: o melhor dela está cravejado no coração.
É a história dela que acompanhamos em Procurando Dory, uma das grandes apostas no cinema infantil deste ano. Infantil? Quem falou isso? Os cinemas estão lotados de quem quer rever Nemo, seu pai, e, claro, saber o que Dory tanto procura.
Anote na agenda pra não esquecer: ir ao Cinema assistir Procurando Dory é deliciosamente obrigatório.
Até a próxima,
Lathife Porto

Escrito por

Lathife Porto

Meu nome é Lathife Porto, sou comunicadora e apaixonada por moda e beleza {acessórios são vício!}, arte e cultura, decoração, arquitetura, e entretenimento.

Moro no Rio de Janeiro, estou sempre em Paraty {RJ}, mas você pode me encontrar em qualquer lugar do mundo – principalmente no mundo virtual.