Inspirado em uma saga real, o filme mostra a emocionante jornada de uma mulher que é ferozmente determinada a manter sua excêntrica e disfuncional família unida em face da aparentemente insuperável probabilidade. Motivada pela necessidade, engenhosidade e pelo sonho de uma vida, Joy triunfa como a fundadora e matriarca de um bilionário império, transformando sua vida e a de sua família. Essa é a história de JOY: o nome do sucesso.
Sim, você vai lembrar de outras histórias de superação, como Erin Brockovich, que deu o Oscar a Julia Roberts. Aliás, se prestar bem atenção, é possível reconhecer até uma cena de O Poderoso Chefão. O filme, dirigido por David O. Russell, bebeu na fonte de diversos outros filmes – o que é muito positivo, e o grande diferencial de JOY.
O diretor repete a parceria com Jennifer – Robert De Niro – e Bradley Cooper, que inclui O Lado Bom da Vida {pelo qual JLaw ganhou o Oscar} e Trapaça.
Jennifer, por sua vez, recebe críticas por ser nova demais para o papel, e pela repetição na parceria. O fato é que ela venceu O Globo de Ouro e foi indicada novamente ao Oscar. Sua atuação merece atenção.
Para ter motivação, para conferir o trabalho de uma parceria de sucesso, para adorar Robert De Niro e Jennifer Lawrence, e admirar a beleza de Bradley Cooper… Por tantos motivos, JOY é uma diversão de qualidade.
Nos Cinemas.
Até a próxima,
Lathife Porto

Escrito por

Lathife Porto

Meu nome é Lathife Porto, sou comunicadora e apaixonada por moda e beleza {acessórios são vício!}, arte e cultura, decoração, arquitetura, e entretenimento.

Moro no Rio de Janeiro, estou sempre em Paraty {RJ}, mas você pode me encontrar em qualquer lugar do mundo – principalmente no mundo virtual.