Festival do Rio 2017: Centauro

Centaur é um homem modesto, pai amoroso de um garotinho silencioso e marido de Maripa, uma jovem surda. Juntos, eles tocam uma vida simples em uma pequena vila no Quirguistão. Centaur é um homem acima de qualquer suspeita, mas apesar do respeito que inspira, guarda em seu peito uma crença profunda: ele acredita que o povo de seu país se tornará invencível através da adoração a seus cavalos e que vem sendo punido pelos céus graças a práticas mercenárias com os animais. Para salvar sua terra natal, ele começará a roubar cavalos de corrida durante a noite. Essa é a história de Centauro {Centaur}.

Assim que foi liberada a programação deste Festival do Rio li a notícia com os filmes indicados por diversos países ao Oscar 2018 e que estariam aqui {leia você também}. Na lista me chamou a atenção Centauro – um longa do Quirguistão. Para saber mais sobre o país, faça como eu, acesse a Wikipédia – clique aqui.

O filme, exibido no Festival de Berlim 2017, nos traz o milagre da arte: somos um planeta unido pelo cinema. Em Centauro, o diretor Aktan Arym Kubat nos apresenta parte da cultura, do folclore, dos mitos, dos costumes de um vilarejo do país.

Através do pai e esposo dedicado que defende suas crenças, viajamos por um universo de ternura e poesia, muito bem dirigido e interpretado. A fotografia é linda. As imagens dos cavalos é natureza e origem tão característicos do Quirguistão, mas também de muitas outras terras.

Vale destacar que o filme é falado em quirguiz.

Uma aposta mais do que certeira na minha lista do Festival, e que deve estar na sua também.

Para saber os horários e locais de exibição deste filme e a programação completa do Festival do Rio acesse www.festivaldorio.com.br.

A VISÃO.ARTE está no Festival do Rio. Acompanhe tudo aqui e nas nossas redes sociais.

Viva o Cinema! Viva o Rio de Janeiro, cenário dos mais lindos! Viva a paz na Cidade Maravilhosa!

 

Até a próxima,

2017-10-15T03:50:19+00:00 0 Comentários

Sobre o Autor:

Lathife Porto
Meu nome é Lathife Porto, tenho 34 anos, sou jornalista, assessora de imprensa, e apaixonada por arte e cultura. Moro no Rio de Janeiro, estou sempre em Paraty {RJ}, mas você pode me encontrar em qualquer lugar do mundo – principalmente no mundo virtual.

Deixar Um Comentário