Filme brasileiro tem pré-estreia mundial no Festival de Cannes

/, Entretenimento, none/Filme brasileiro tem pré-estreia mundial no Festival de Cannes
Começou na França um dos mais badalados, prestigiados, e glamourosos festivais de cinema do mundo: o Festival de Cannes.
O super evento acontece entre 17 e 28 de maio, e no dia 21 tem brasileiro nas telas francesas: o longa-metragem Gabriel e a Montanha, de Fellipe Barbosa, faz sua estreia mundial durante a programação da Semana da Crítica. A produção, assinada pela TvZERO, Gamarosa Filmes & Damned Films, recria a viagem do carioca Gabriel Buchmann pela África
Formado em economia, Gabriel Buchmann viajou para a África com o objetivo de analisar de perto a pobreza e se qualificar para um doutorado na UCLA, nos Estados Unidos. No filme, a história real tem roteiro baseado em anotações, e-mails de Gabriel para a mãe e a namorada e entrevistas com pessoas que cruzaram seu caminho na África. Gabriel morreu, em 2009, de hipotermia após decidir subir o Monte Mulanje, pico mais alto do Malawi com mais de três mil metros de altitude, sem a companhia de um guia. Seu corpo foi encontrado dias depois na subida da montanha.
“O significado de uma viagem só pode ser definido após o retorno. Gabriel não teve a oportunidade de retornar. Minha motivação para fazer esse filme foi descobrir o significado da viagem que ficou perdido e compartilhá-lo, que é exatamente o que o Gabriel teria feito”, explica Fellipe Barbosa.
Na viagem, Gabriel Buchmann também passou por países como Quênia e Tanzânia, sempre preocupado em conhecer as particularidades das comunidades locais, como a tribo dos Massais. Ele gastava entre dois e três dólares por dia e chegou a ajudar amigos que fez nessas regiões, pagando o aluguel mensal da casa de uma família africana com somente 12 dólares.
Ao longo da viagem, Gabriel, interpretado por João Pedro Zappa, se aventura por outras subidas difíceis, como o Kilimanjaro, ponto mais alto do continente africano. Ele também recebe a visita de sua namorada, Cris (Caroline Abras), que estava na África do Sul participando de um seminário sobre políticas públicas e, juntos, viajaram pela Tanzânia e Zâmbia. O principal objetivo do pesquisador era avaliar a miséria de perto.
O filme tem estreia mundial na França, e assim que chegar no Brasil você confere a crítica aqui, na VISÃO.ARTE.
Desejamos sucesso!
Até a próxima,
2017-05-19T12:41:00+00:00 0 Comentários

Sobre o Autor:

Lathife Porto
Meu nome é Lathife Porto, tenho 33 anos, sou jornalista, assessora de imprensa, e apaixonada por arte e cultura. Moro no Rio de Janeiro, estou sempre em Paraty {RJ}, mas você pode me encontrar em qualquer lugar do mundo – principalmente no mundo virtual.

Deixar Um Comentário